Caminhada em áreas dos municípios de Cajuru e Santo Antônio da Alegria, compreendidas nas serras do Campo, da Vazante e da Laje

Confira o relatório da caminhada que aconteceu no dia 18 de agosto de 2.012.

Ainda desta vez foi uma jornada magnífica. Percorrido um caminho rural,  entre Cajuru e Santo Antonio da Alegria, numa altitude média de 750 metros. O dia amanheceu ventoso e frio, proporcionando, ao depois,um forte sol. Estávamos em 56 pessoas, um grupo homogêneo, bom de passo, parecendo que todos estavam de bem com a vida. É para isso que mantemos o “peregrinosrp”. Paisagem que superou as expectativas. Serras, cascata, córregos Monte Alegre e da Lajinha. Pouca cana, café, laranja, pimentão e áreas de pastagens. Chegada tranquila em Santo Antonio da Alegria. Povo receptivo e a boa comida do restaurante Maximu´s, na Praça do Rosário.rte sol.

HORÁRIO/PARTIDA: O ônibus, dirigido por Luiz do Valle, o Paraguai, partiu defronte à Unaerp às 4,30 horas. Foi seguido pela “Van”, dirigido por Wilson.rte sol. Estávamos em 56 pessoas. Grupo homogênio, bom de passo, animado, parecendo que todos estavam felizes da vida. É prá isso que mantemos os “peregrinosrp”. Paisagem que superou as expectativas. Serras, cachoeira, córregos Monte Alegre e da Lajinha, pouca cana, café, laranja, cultura de pimentão, áreas de pastagem. Chegada tranquila em Santo Antonio da Alegria. Povo receptivo. A boa comida do restaurante Maximu´s na Praça do Rosário.rte sol. Estávamos em 56 pessoas. Grupo homogênio, bom de passo, animado, parecendo que todos estavam felizes da vida. É prá isso que mantemos os “peregrinosrp”. Paisagem que superou as expectativas. Serras, cachoeira, córregos Monte Alegre e da Lajinha, pouca cana, café, laranja, cultura de pimentão, áreas de pastagem. Chegada tranquila em Santo Antonio da Alegria. Povo receptivo. A boa comida do restaurante Maximu´s na Praça do Rosário.

rte sol. Estávamos em 56 pessoas. Grupo homogênio, bom de passo, animado, parecendo que todos estavam felizes da vida. É prá isso que mantemos os “peregrinosrp”. Paisagem que superou as expectativas. Serras, cachoeira, córregos Monte Alegre e da Lajinha, pouca cana, café, laranja, cultura de pimentão, áreas de pastagem. Chegada tranquila em Santo Antonio da Alegria. Povo receptivo. A boa comida do restaurante Maximu´s na Praça do Rosário.

PARTICIPANTES: Como acentudo, desta vez foram 56 (cinquenta e seis). Dos peregrinosrp: 1..Antônio Evaldo Alexandre; 2.Sirlei Assis de Almeida Alexandre; 3.Elisângela Oliveira Rodrigues; 4.José Carlos Moreira; 5.Octávio Verri Filho; 6.Alexandre Mezzavilla Verri; 7.Zuleica Aparecida Carbonaro; 8.Everaldo Soares Rodrigues da Silva; 9.Katsuzo Mizuno; 10.Alfredo Della Santina Júnior; 11.Otto Orsi Guimarães; 12.Juvenal Crozariollo; 13. Cristina Ruffino; 14.José Humberto Lopes; 15.Gisele Larosa; 16.Themis Aidar; 17.Humberto Augusto Martins Neto; 18.Josefina Cetrulo; 19.Maria Lúcia Salgado Yoshio; 20.Ilva Maria Petri Costa; 21.Marilda Franco de Moura Vasconcelos; 22.Sônia Regina dos Santos;23.Lúcia Okuda Ferreira; 24.Wilson Donizeti Ferreira;25.Márcia Raquel Falconi; 26.Leila Heck; 27.Otávio de Souza Silveira Júnior .  Pela segunda vez, estiveram presentes:  28. Airton Fonzar; 29.Aldemar Sandro Basso; 30.Antonio Cláudio Gimenes; 31.Aparecida de Cássia Franco Fonseca;32.Camila Fernanda Rodrigues de Almeida; 33.Cristina Vasconcelos Laprega; 34.Érika Moretini; 35.Eliane Lara dos Santos Leite de Oliveira; 36.Cláudia Espósito Passoni Slompo; 37.José Renato Slompo; 38;Hektor Figueiredo Gimenes; 39.Graziela Pinto Corrado; 40. Lucimara Fantacini. Pela vez primeira estiveram caminhando, sendo que o grupo “Peregrinosrp”terá grande alegria em ter suas presenças nos próximos roteiros: 41.Andréia Marques Maciel; 42.Cláudia Bonini Tomiatti Cruz;43.Francisco Simão Rodrigues Filho; 44.Gianna Alves Giani; 45.Hélia Eduardo dos Santos da Cruz;  46.Ismael Colosi; 47.João Baptista Cilli Filho;48.José Carlos Narcizo de Oliveira;49.José Luiz Rodrigues Cruz;50.Marcela Schumg;51.Mário Francisco da Cruz; 52.Paula Apréa Guedes Garcia;53.Rosângela Nogueira de Moraes; 54.Silvana Aparecida Nieto Lopes; 55.Tereza Cristina Giongo e 56. Alzira Barison Narcizo de Oliveira.

TRAJETO DO ÔNIBUS e da VAN: Os veículos saíram  defronte à   UNAERP em Ribeirão Preto-SP, realizando o seguinte trajeto:  Av. Costábile Romano, Av. Pres. Kennedy, Rod.Pres.Castelo Branco, Rod. Abrão Assed SP-333, Serrana-SP, Rod.  Joaquim Ferreira SP-338, sentido Cajuru-Altinópolis-SP, e, após percorrerem cerca de 12 Kms, adentraram em estrada de terra secundária de acesso aos bairros rurais Monte Alegre e Laje, bem como às propriedades Fazenda Sewal, Fazenda São José, Agropecuária Monte Cristo, Estância Califórnia e Sítio dos Prudêncio.

HORA INÍCIO/DISTÂNCIA/ PERCURSO DA CAMINHADA:A distância total foi de 22KM.

-KM0, início na Rod.  Joaquim Ferreira SP-338, sentido Cajuru-Altinópolis-SP, num acesso à direita, 12 Km à partir do entroncamento da Rod. Abrão Assed SP-333 e, Rod. Joaquim Ferreira SP-338; Neste primeiro trecho, que é plano, encontramos plantações de cana-de-açúcar, em terras que seriam de um fazendeiro de Altinópolis, conhecido por Caxucho. O corte foi recente e, assim, não foi nos tirada a vista das serras da região.

-KM1,4 –  bifurcação, pegamos a direita, Estr. de Terra batida; à esquerda placa indicando Sto. Ant. da Alegria-SP; há também várias placas indicando propriedades; Já a partir deste trecho, ainda no município de Cajuru, a área é cercada por serras. À direita, o Paredão, que é a Serra de Campo. À esquerda, ao fundo, a serra da Vazante. Também se vê o Morro do Cascavel. À frente, no horizonte, a serra da Laje.

-KM5,28 –  propriedade à direita, seguimos em frente;

-KM7,06,  passagem sobre mata-burro e, em seguida Ponte cruzando o córrego Monte Alegre,  divisa de Cajuru-SP e, Santo Antônio da Alegria-SP. Neste trecho, quase todas as propriedades pertencem à membros da família Freiria, residentes em Batatais, Cajuru e Santo Antonio da Alegria, descendentes do patriarca Eulâmpio Felisberto da Freiria.

-KM10,13 –  passamos pela Fazenda Sta. Rita, de propriedade de Antonio José da Freiria, que é também dono do Laticínios Freiria Ltda,  em Santo Antonio da Alegria.  A sede é muito boa, cercada por primavera. O funcionário Carlos e a mulher estavam jogando água no gramado. A estrada passa a bordejar a serra da Laje, configurando-se magníficos panoramas.

-KM15,3 – bifurcação, segue à direita, trecho de Mata à direita, pequena plantação de Eucalipto à esquerda;

-KM17,41 –  cruzamento; à direita propriedade, à frente passagem sobre a ponte do córrego da Lajinha à esquerda, este mesmo riacho, faz uma curva e, cruza com Estrada, à esquerda; segue em frente; 200M à frente, à esquerda há o Sítio de Deusdedit Silveira , com uma Cascata em basalto, do córrego da Lajinha. Um grupo prosseguiu na caminhada. Outro desceu para ver a cascata e tiramos algumas fotografias do lugar.

-KM18,2 –  Sítio Maria de Nazareth à direita;

-KM19,58 –  entroncamento, segue à esquerda para Santo Antônio da  Alegria-SP; à direita, vai para Cajuru-SP; também é acesso para a rampa de voo livre, Associação de Voo Livre Ilha do Ar, na serra da Lajinha. Não vimos nenhum parapente no ar e certamente a causa é que estava ventando muito.

-KM20,43 –  entroncamento com Estr. asfaltada, segue à direita ao centro de Santo Antônio da Alegria-SP; pouco antes à direita, entrada à Fazenda Sto. Antônio, propriedade dos Irmãos Zanetti; neste local há também, passagem sobre Ponte no Córrego Monte Alto; seguindo por este asfalto, há o perímetro urbano, onde à direita, há um Cemitério; segue em frente, cruzando com Av. Francisco Antônio Mafra, passando duas quadras e, seguir à esquerda; prosseguindo por três quadras;

-KM22 –   chegada à  Praça do Rosário ou Praça José Ayub Calixto, onde no No.230, estava  o Rest. Maximu’s, local do término da Caminhada.

ALMOÇO/CONFRATERNIZAÇÃO/ CUSTO: O almoço e a confraternização foram realizados no RESTAURANTE MAXIMU´S, situado à Praça do Rosário, em Santo Antonio da Alegria, onde fomos recepcionados por sua proprietária Catarina Delfino e por sua filha Maria Aparecida.

O almoço foi no sistema de Buffet. Nos frios, havia cenoura cozida e ralada, batata, ovos cozidos, presunto e mussarela picados, batata palha, maionese, alface e rabanete. Nos quentes: arroz, feijão, macarronada, mandioca, quibe, farofa, carne cozida e frango.  De sobremesa, doces variados e café.

Auxiliaram no serviço: atendimento: além de Maria Aparecida, Luiz Antonio da Silva Júnior.  Na cozinha:  Maria Batista, Geny, Weslen e Nathan.

HISTÓRIA DE SANTO ANTONIO DA ALEGRIA: Em terras do município de Batatais, na década de 1.860, nas margens do rio Pinheirinho ( que mais à frente passa a chamar-se Sapucaí), foi erigida, no patrimônio doado por Francisco Antonio Mafra e sua mulher D. Maria Inocência de Figueiredo, desmembrado da Fazenda Cuscuzeiro, a Capela cujo orago era Santo Antonio de Pádua. Em homenagem ao padroeiro, foi o lugar elevado a Freguesia, com o nome de Santo Antonio da Alegria, pela lei n.7, de 28 de fevereiro de 1.866, vindo, ao depois, pela Lei n.41, de 03 de abril de 1.873, incorporar-se ao município de Cajuru. Mais tarde, tornou-se município, por força da Lei n. 21, de 10 de março de 1.885, sendo instalado a 07 de abril de 1.890. Dentre as  personalidades do lugar, são apontados D. Maria Inocência de Figueiredo, Cel. Antonio Félix da Silva e Cel. Antonio de Souza Vieira. Por ocasião da Revolução de 1.932, quando a cidade foi ocupada pelas forças mineiras, foi morto João Marques Virgínio ( João Colorato), que resistiu para defender o posto telefônico. Ocorreu, ainda,  controvérsia de limites, que teve um laudo firmado pelo General Augusto Ximeno Villeroy, tendo a questão sido resolvida por acordo datado de 28 de setembro de 1.936. Em Santo Antonio da Alegria, são mantidas as tradições das danças, como a do Congo ( Congada) e a Folia de Reis..

RETORNO A RIBEIRÃO PRETO – Depois da confraternização e almoço, os veículos percorreram  a Rod. Altino Arantes SP-351, Altinópolis-SP, Rod. Altinópolis-Serrana-SP, Trevo de Ligação Altinópolis-Brodowski-Serrana-SP, Rod. Brodowski-Serrana- SP, Rod. SPV-048 Mario Tittoto, Serrana-SP – Rodovia Abrão Assed – Av. Presidente Castelo Branco – Av. Presidente Kennedy e Av. Costábile Romando, parando novamente defronte à Unaerp. Por ter saído antes, a “Van” chegou por volta das 16 horas e o ônibus por volta das 17 horas.

 

PRESTAÇÃO DE CONTAS:

 

Receitas

=Passageiros do ônibus e da “van” ida/volta ( 52 X R$40,00) = R$ 2.080,00;

=Ismael Colosi  ( blogueiro ) ficou isento do pagamento do transporte;

=José Carlos Moreira ficou isento do pagamento do transporte;

Josefina e  Aparecida de Cássia pagaram  R$30,00,cada uma=    R$    60,00;

Total/Receitas                                                            R$ 2.140,00

Despesas                                                                                                                  Ônibus (300Kms X R$2,00)                                        R$      520,00

“Van”                                                                                 R$       350,00

Refeição  dos motoristas e blogueiro                         R$         66,00

Reconhecimento do trajeto                                          R$       150,00

Organização da Caminhada (Zeca)                            R$       200,00

Água e Gelo                                                                    R$          40,00

Telefonemas                                                                   R$          50,00

Blog                                                                                  R$        100,00

Total/Despesas                                                    =R$    1.476,00

 

Total/Receitas(R) – Despesas(D)                                                                 (R$ 2.140,00 – R$1.476,00)                           

Total/(R-D)                                                        =+R$      664,00

 

 

 

 SALDO DO CAIXA “PEREGRINOSRP” EM 20/agosto/2012 =

R$ 3.562,85 + R$ 664,00 =  R$ 4.226,85 ( QUATRO MIL, DUZENTOS E VINTE E SEIS REAIS E  OITENTA E CINCO CENTAVOS), depositados na conta de José Carlos Moreira ( Zeca).

 

AGRADECIMENTO:  Ao casal Sirlei e Antonio Evaldo Alexandre que acompanhou o organizador Zeca no reconhecimento do trajeto. Obrigado.

PRÓXIMA CAMINHADA:

Será em 29/09/2012. O percurso será da GRUTA DE ALTINÓPOLIS até o RECANTO FEITOSA, no município de Cajuru. Em razão do calor de setembro, teremos que ganhar tempo e, em assim sendo, os interessados deverão estar no ponto de partida às 04,00 horas e não teremos parada para o desjejum.

 

COMO REITERADAMENTE TEMOS ACENTUADO, ESTAMOS CONTANDO

 COM A ADESÃO DESSA GENTE MARAVILHOSA QUE TEM NOS PRESTIGIADO, SENDO, AINDA, QUE O GRUPO ESTÁ ABERTO PARA NOVOS COMPANHEIROS.

AS ÚLTIMAS CAMINHADAS TÊM PROPORCIONADO UMA MÉDIA DE PARTICIPAÇÕES ADEQUADA À MANUTENÇÃO DO EMPREENDIMENTO.| PRECISAMOS CONTINUAR ASSIM.

OBRIGADO, MESMO,  A TODOS QUE TÊM COLABORADO COM A CONTINUIDADE DOS ‘PEREGRINOSRP” .

Pero Vaz Que Caminha … …e o seguidor, ZÉCAndança…

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s